O que é fork no mundo cripto?
Home > O que é fork no mundo cripto?
Mariana Scabello
jan 30, 2023 7 mins read

O que é fork no mundo cripto?

Forks se tornaram uma ocorrência bastante comum na indústria de criptomoedas, conforme o crescimento da popularidade e evolução de muitos projetos ao longo do tempo. Forks agora são parte integrante do sistema blockchain e ajudam a garantir que os projetos de criptomoeda existentes não fiquem estagnados,desatualizados ou sejam abandonados por suas comunidades.

Neste guia da AAG Academy, veremos para que são usados os forks, por que são tão importantes hoje em dia para o setor de criptomoedas e as vantagens que podem trazer. Também abordaremos como os forks foram usados por empresas como Bitcoin e Ethereum.

O que é fork?

Um fork na indústria de criptomoedas é um processo que ocorre quando uma blockchain implementa alterações ou melhorias em seu protocolo ou regras. Isso faz com que a blockchain atual seja dividida em duas, com uma nova cadeia que segue em sua própria direção – com as novas alterações ou melhorias – enquanto a cadeia atual permanece em seu estado original. 

Forks permitem que os desenvolvedores de um projeto de criptomoeda adicionem novos recursos que aprimoram a funcionalidade e consertem problemas ou vulnerabilidades para melhorar a segurança. Também podem ser usados para abordar as preocupações da comunidade sobre a direção de um projeto, especialmente quando a comunidade discorda do design original e de como ele funciona.

Quando se trata de projetos descentralizados de criptomoedas – que são de longe os mais populares hoje – muitas vezes é responsabilidade da comunidade decidir quais tipos de mudanças serão implementadas. Os usuários que têm participação no projeto, às vezes na forma de tokens de governança, têm a oportunidade de votar nas atualizações ou melhorias propostas.

Tanto o Bitcoin quanto o Ethereum, as maiores criptomoedas do planeta em termos de valor de mercado, passaram por Forks no passado. Ethereum tem três cadeias diferentes – Ethereum, Ethereum Classic e Ethereum 2.0 – cada uma das quais pode ser considerada como versões diferentes do mesmo sistema operacional que compartilham os mesmos fundamentos, mas possuem novos recursos e melhorias.

Por que os forks são importantes para as criptomoedas?

Projetos de criptomoeda que cresceram em popularidade e receberam muitos investimentos, não podem simplesmente ser encerrados e iniciados novamente quando a comunidade decidir que as coisas devem ser feitas de maneira diferente ou tomar uma nova direção. Desfazer-se de uma blockchain existente e começar do zero com uma nova está fora de questão, pois isso é essencialmente um abandono do projeto original.

O que torna os Forks a alternativa ideal, pois permitem que os projetos implementem todos os tipos de atualizações e melhorias ou mudem completamente de direção, se necessário, enquanto mantém o projeto original intacto. O que pode significar que os tokens existentes são válidos e utilizáveis em todas as cadeias, embora nem sempre. Todas essas mudanças  podem estar respaldadas ou não pela opinião da comunidade. 

Além de adicionar atualizações e melhorias, os forks podem ser usados para resolver divergências entre a comunidade de um projeto. Por exemplo, se uma seção de apoiadores acredita que o projeto deve operar de uma maneira, enquanto outra seção acredita que deve operar de forma diferente, os forks podem ser usados para manter ambos felizes e dar ao projeto várias direções.

É importante notar, no entanto, que existem diferentes tipos de forks, e enquanto alguns são usados para fazer pequenas alterações em um projeto, outros são usados para fazer grandes alterações que acabam se tornando projetos inteiramente novos. Também podemos ver forks “acidentais” que ocorrem não porque a comunidade votou neles, mas porque vários mineradores se atrapalharam.

Quais são os tipos de forks?

Existem dois tipos principais de forks comumente usados na indústria de criptomoedas atualmente, um dos quais pode acontecer acidentalmente:

Soft forks
Um soft fork é como uma atualização de software da blockchain. Ele pode adicionar novos recursos ou fazer melhorias de segurança e, essencialmente, torna-se o novo padrão pelo qual o projeto de criptomoeda opera – desde que todos os usuários o adotem. No entanto, um soft fork normalmente não faz grandes alterações no código original de um projeto, portanto, eles são compatíveis com as versões anteriores.

Isso significa que, após a implementação de um soft fork, quaisquer tokens, NFTs e outros ativos existentes mantidos pelos investidores são válidos e podem ser usados em todas as cadeias. Por exemplo, as carteiras Bitcoin que usam o protocolo de transação SegWit mais recente ainda são compatíveis com aquelas que usam o protocolo Legacy. Você pode ler mais sobre isso em nosso guia detalhado.

Vários soft forks podem eventualmente ser mesclados em uma blockchain se a empresa decidir que esse é o melhor caminho a seguir, ou podem continuar para sempre como duas cadeias, cada uma com seus próprios recursos e funções que evoluem de forma independente.

Voce pode se interessar por: O que é SegWit (Segregated Witness) em Bitcoin?

Hard forks
Um hard fork faz grandes mudanças no código de um projeto, tornando-o incompatível com os blocos anteriores e, portanto, uma cadeia autônoma. Quando isso acontece, em vez de termos duas cadeias paralelas que dividem o mesmo histórico, acabamos com duas cadeias que funcionam de forma totalmente independente – uma das quais ainda sem histórico.

Isso exige que a nova cadeia tenha seu próprio token, que não é compatível com a blockchain da qual se originou. Em outras palavras, os tokens emitidos pelo novo projeto não podem ser usados na cadeia original e vice-versa.

Alguns exemplos bem conhecidos de hard forks são Bitcoin Cash e Bitcoin Gold. Ambos os projetos se originaram da blockchain original do Bitcoin, mas como operam de maneira distinta, se tornaram projetos novos e independentes, em vez de atualizações do próprio Bitcoin. O Ethereum Classic também é um hard fork projetado para operar com o design original do Ethereum.

Forks intencionais e acidentais
Hard forks são sempre intencionais, o que significa que ocorreram porque a comunidade tomou uma decisão consciente de implementá-los. No entanto, há momentos em que um soft fork pode ser acidental. Isso acontece quando dois ou mais mineradores tentam criar o mesmo bloco ao mesmo tempo e acabam criando uma nova cadeia inteiramente.

Isso pode parecer improvável, mas certamente é possível em redes maiores em que milhares de nós unem forças para processar blocos o mais rápido possível. Forks acidentais são eventualmente resolvidos e eliminados quando novos blocos são adicionados a uma das cadeias. A rede então continua trabalhando na cadeia maior e abandona a menor.

Quais são os benefícios dos forks em cripto?

Abordamos muitos dos benefícios dos forks ao longo deste guia, mas para garantir que eles não sejam esquecidos, aqui está uma lista das coisas mais importantes para as quais eles são usados:

  • Para adicionar novas funções sem criar uma blockchain totalmente nova
  • Para corrigir problemas de segurança
  • Para decidir sobre a direção de um projeto ou dar várias direções a um projeto
  • Para criar um novo projeto a partir de um existente

Referências

Perguntas Frequentes

Hard forks fazem grandes alterações no código de um projeto e, portanto, se tornam um  próprio projeto independente. Eles não são compatíveis com a blockchain original.

Soft forks fazem pequenas alterações e melhorias no código de um projeto e tendem a ser executados junto com a blockchain do qual se originaram. Eles são compatíveis com versões anteriores, compartilham o mesmo histórico da cadeia original e podem ser mesclados com a cadeia original posteriormente.

Um fork iminente torna um projeto de criptomoeda um tanto instável. Geralmente, há alguma divisão entre os investidores existentes sobre o futuro do projeto, enquanto os novos investidores em potencial relutam em comprometer seu próprio dinheiro até que vejam como o fork afetará o projeto. Sendo esse o caso, normalmente não é um bom momento para negociar esta criptomoeda.

Se você ainda não possui tokens, mas está interessado em investir, pode ser uma boa ideia esperar até ter certeza de que o valor de um projeto não cairá significativamente logo após você se comprometer com ele. Embora uma diminuição temporária possa significar que você pode pegar tokens mais baratos do que o normal, pode ser muito cedo para dizer se os preços dos tokens retornarão aos níveis anteriores.

Se você já possui tokens e não tem certeza de como outros investidores reagirão a um fork, pode ser uma boa ideia mantê-los pelo maior tempo possível para ver o que acontece com o projeto depois do fork ser implementado, e as coisas se acalmarem. No entanto, se você está confiante de que o valor do projeto cairá e nunca se recuperará, talvez seja melhor vender antes que isso aconteça.

É importante lembrar que cada projeto é diferente, assim como cada fork. O que aconteceu com um projeto durante ou depois de um fork pode não ser necessariamente repetido com outro, por isso é muito difícil prever como tudo vai acontecer.

Was this article helpful?
YesNo

Ainda tem alguma dúvida? Pergunte no nosso Discord

Compartilhe esse Artigo:

Sobre o autor

Mariana Scabello
Country Manager
Brazil
Tradutora interna da AAG para comunidade da língua portuguesa, criadora de conteúdo e experiente no mundo editorial.

Aviso Legal

Esse artigo foi feito para divulgar informações gerais para ajudar a educar um segmento amplo do público; não deve servir como informações de investimento, legais, ou como qualquer outro tipo de recomendação profissional ou empresarial. Antes de tomar quaisquer ações, você deve sempre consultar seu próprio profissional legal de finanças, de imposto, de investimento ou qualquer profissional que possa dar recomendações em assuntos que afetem a você e seu negócio.

Explore Web3 & Metaverses intuitively with Saakuru®

Seja o primeiro a receber notícias

Seja o primeiro a receber a newsletter sobre nossa empresa, com atualização de produtos e de mercado.

🍪
We use cookies to make your experience better. Learn more: Privacy Policy
Accept

Explore Web3 & Metaverses intuitively with MetaOne®

Download now
Download Saakuru